sexta-feira, 5 de julho de 2013

Linguagem Universal

Teus lábios, doces almofadas onde durmo meu corpo,
Descarta qualquer brilho artificial, pois tua boca
Está cheia de estrelas falando uma língua universal:
A língua da liberdade.
Nesta linguagem meus sonhos cospem o terror da ignorância
E engolem o delírio da coragem.


Vinni Corrêa
13 de Março de 2008

Joan Miró - Nocturne

Nenhum comentário:

Postar um comentário