segunda-feira, 1 de julho de 2013

Quem Nunca Roubou?

Quem nunca roubou?
Jogue a primeira pedra aquele que
Nunca roubou
Mas basta o fato de pegar a pedra
Para expressar um roubo

Quem lhe deu permissão para pegá-la
Apropriar-se dela e fazer o que bem quiser?
E a quem quiser?

E se você a guardasse consigo e
Impusesse que ela é a coisa mais valiosa
Que existe nesse mundo e, então, trocasse
Por todas as outras coisas, porque assim
Você quis e decidiu?

E se resolvesse, então, cercar para ti
Um extenso vale de pedras para que vendesse
Àqueles que também quisessem jogá-las?

E aquele que quis jogar a pedra porém
Não pode porque alguém já havia se apoderado dela
E por não ter como comprar um simples pedaço de pedra
Pulou a cerca para, dentre toda aquela pedraria, apanhar
Um pedregulho donde pudesse também
Jogar um pedaço e vender o resto
Mas, com certeza, o chamaria de ladrão
Por ter roubado sua pedra
Aquela pedra que deveria ter sido, desde
O início, dividida entre todos
Porque a ninguém foi deixado
Um testamento sobre a posse dos bens naturais
Cabendo a nós agirmos como irmãos
Distribuindo a todos um pedaço de pedra


Vinni Corrêa
01 de agosto de 2006

Nenhum comentário:

Postar um comentário