segunda-feira, 3 de março de 2014

A Cor do Cocô

Kfouri estava sentindo incômodos no intestino e estranhava a cor de suas fezes. Começou a desconfiar que havia algo de errado com o seu cocô e resolveu procurar um médico.

Kfouri: Doutor, acho que estou com diarréia, um revertério danado. Meu cocô está marrom-amarelado.
Doutor: Trouxe alguma amostra?
Kfouri: Sim, está aqui embrulhado neste jornal.
Doutor: Hum, nada consistente e bem marrom-amarelado.
Kfouri: Então doutor, o que pode ser? Estou aflito!
Doutor: Mas parece a cor normal do seu cocô. Não foi sempre assim?
Kfouri: Acho que não. Na verdade não sei, pois nunca parei para olhar.
Doutor: Tente cagar menos.
Kfouri: Obrigado doutor.

***

Mainardi estava sentindo incômodos no intestino e estranhava a cor de suas fezes. Começou a desconfiar que havia algo de errado com o seu cocô e resolveu procurar um médico.

Mainardi: Doutor, acho que estou com diarréia, um revertério danado. Meu cocô está cor-de-rosa.
Doutor: Trouxe uma amostra?
Mainardi: Sim, trouxe junto com a privada.
Doutor: Hum, nada consistente e bem rosado...arghhh...mas fedendo para caramba!
Mainardi: Então doutor, oque pode ser? Estou com medo!
Doutor: Mas parece a cor normal do seu cocô. Não foi sempre assim?
Mainardi: Acho que não. Na verdade não sei, pois nunca parei para olhar.
Doutor: Não há o que fazer, simplesmente fuja.
Mainardi: Obrigado doutor.

***

Amorim estava sentindo incômodos no intestino e estranhava a cor de suas fezes. Começou a desconfiar que havia algo de errado com o seu cocô e resolveu procurar um médico.

Amorim: Doutor, acho que estou com diarréia, um revertério danado. Meu cocô está incolor.
Doutor: Hum, nunca vi nada igual. Em um único dia três aberrações.
Amorim: Quais foram as outras duas, doutor?
Doutor: O cocô marrom-amarelado do Kfouri e o cocô rosado do Mainardi.
Amorim: O Mainardi esteve aqui?
Doutor: Sim, esteve. Mas o caso dele não tinha solução. Mandei fugir.
Amorim: E qual é o problema dele?
Doutor: Ele não tem cu.
Amorim. Ah doutor, tem sim, tanto que enfiou as pernas por ali. O que ele não tem é colhão.



Vinni Corrêa
31 de dezembro de 2010



Puck US magazine 1888

Nenhum comentário:

Postar um comentário