domingo, 2 de março de 2014

Boom

Sonho e Realidade são duas estradas perpendiculares
Onde dois carros avançam em alta velocidade e
Ambos os condutores são fragmentos do mesmo ser
E, num exato momento, quando se encontram no
Íntimo cruzamento da alma, colidem-se formando
Uma supernova, como uma onda luminosa varrendo
O breu do espírito, despertando o canto cósmico;
O Boom da criatividade incandescente, do orgasmo (múltiplo)
Voluptuoso, da imaginação febril e inefável, engolfando-se
Nas profundezas da loucura cujo rio transborda amor,
Inundando o coração e afogando a semente egocêntrica.



Vinni Corrêa
06 de março de 2008



Boo Sze Yang - Boom #5

Nenhum comentário:

Postar um comentário