domingo, 2 de março de 2014

Contando Carneirinhos

Perdeu o sono, resolveu contar carneirinhos pulando cerca. Um, dois, três...cinquenta e quatro, cinquenta e cinco, cinquenta e seis...cento e vinte e sete, cento e vinte e oito, cento e vinte nove...o anjo da noite começara a pregar os olhos do fazendeiro quando o temor de que seu rebanho fugisse tomou conta de sua consciência, fazendo-o perder o sono. Mandou o anjo capataz pregar as cercas em volta do rebanho, mas faltou prego para os olhos do fazendeiro.



Vinni Corrêa
29 de julho de 2008



Siegfried Zademack - Am Strand von St. Peter-Ording

Nenhum comentário:

Postar um comentário