domingo, 2 de março de 2014

Neste Esfoliar para Árvores

Neste esfoliar para árvores
Dizem desfolhar o rosto de si

Nas duas taças devoradas por traças cruas
Galhos faltam para, que sobram de
Nua graça da raça tua

Neste esfoliar para árvores
Dizem desfolhar o rosto de si

E já nenhum homem viveu ontem jejum
Néctar saboreia para, que desagrada de
Quando algum jovem perdido nalgum animal comum

Neste esfoliar para árvores
Dizem desfolhar o rosto de si

O barro azeite dormindo o deleite raro
Velho sonha para, que vigila de
Cujo parco enfeite amanheceu como leite zarco

Neste esfoliar para árvores
Dizem desfolhar o rosto de si 


Vinni Corrêa
13 de dezembro de 2009



Remedios Varo - Planta

Nenhum comentário:

Postar um comentário