domingo, 12 de julho de 2015

à deus, a carne



à deus, a carne
no carnaval carioca
não fica sequer a alma.
bacanal, carnal evoca,
no bloco vai-com-as-nalgas.

#LiteraturadeBordel

Nenhum comentário:

Postar um comentário